Imagem: Reprodução.

Tempo de leitura: 1 minuto

Cinco casos de violência contra mulher foram registrados por dia em 2020, indica pesquisa em cinco estados. O levantamento “A dor e a luta: números do feminicídio”, divulgado pela Rede de Observatórios da Segurança em março de 2021, revela aumento de ocorrências de feminicídios e violência contra mulher durante a pandemia nos estados da Bahia, Ceará, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo. Ao todo, foram monitorados 1823 casos, sendo 66% feminicídios ou tentativas — o que indicam cinco registros de crimes contra mulheres por dia no período.

Segundo o levantamento, feminicídios e violência contra mulher ocupam o terceiro lugar entre os registros da rede em 2020, atrás apenas de eventos com armas de fogo e ações policiais — que tradicionalmente garantem maior espaço no noticiário policial. O relatório mostra ainda que 449 mulheres foram mortas “somente” por serem mulheres. Em 58% dos casos de feminicídios e 66% dos casos de agressão, os criminosos eram companheiros da vítima, registrou a Agência Patrícia Galvão (4/3). O estudo também contabilizou 21 mortes de pessoas trans em 2020. Acesse o boletim na íntegra em https://bit.ly/3cmt00i.