Fotografia: Reprodução.

Tempo de leitura: 1 - 2 minutos

A Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou (9/2) o resultado do Prêmio Dr. Lee Jong-wook de Saúde Pública, criado para homenagear cientistas e instituições de todo o mundo que alcançaram progressos no campo da saúde das populações. Na edição de 2020, o pesquisador escolhido foi o brasileiro João Aprígio de Almeida, do Instituto Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz) e coordenador da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano (rBLH), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Desde 1998, a rBLH trabalha na promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno no Brasil e no mundo. O modelo brasileiro foi implantado em mais de 20 países e é uma referência em todo o mundo por aliar baixo custo e alta tecnologia. “O Brasil tem um trabalho inovador e estamos empenhados em ampliar essa rede dentro e fora do país. É uma satisfação contribuir para a redução da mortalidade infantil”, afirmou João Aprígio, em matéria divulgada no site do Ministério da Saúde (9/2). O prêmio será entregue em cerimônia da Assembleia Mundial da Saúde, a ser realizada entre os dias 20 e 28 de maio, em Genebra, na Suíça.