Radis Comunicação e Saúde

Fotografia: Pexels.

Tempo de leitura: 2 - 3 minutos

Saúde começa pela boca (I)

O alerta está no site do Conselho Federal de Odontologia: Cuidados com a higiene bucal podem prevenir complicações à saúde decorrentes da covid-19. “A boa higienização da boca pode evitar, principalmente, problemas pulmonares que tornam o vírus ainda mais perigoso”, advertem os especialistas, indicando atenção especial com a língua e com os dentes molares, que ficam mais próximos da faringe, para evitar a pneumonia por aspiração. Segundo o cirurgião dentista Vinícius Pedrazzi, professor da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, é imprescindível a higienização bucal correta para proteger quem está com a covid-19, também quem não foi acometido pelo vírus, de agravos de infecções pulmonares e cardíacas.

Saúde começa pela boca (II)

Vinícius Pedrazi recomenda a troca periódica da escova dental, devendo ocorrer a substituição sempre que o indivíduo estiver se recuperando de alguma infecção. “A medida é para evitar risco de recontaminação, além da importância do uso de fio dental e enxaguante bucal. Esses hábitos de higiene bucal devem ser adquiridos por toda vida, não somente no período do novo coronavírus, visto que as pessoas podem ser infectadas por outro vírus a qualquer tempo. Nesse contexto, também é fundamental cuidar da higienização das escovas de dente e dos higienizadores de língua, mantendo-os imersos em solução desinfetante, à base de água ou enxaguante bucal, para evitar a reinfecção após cada uso”, completou.

Saúde começa pela boca (III)

Apenas 57% dos brasileiros declaram usar o fio dental diariamente para a limpeza dos dentes, informa o Conselho Federal de Odontologia (CFO). Ignorado por quase metade da população brasileira, o uso do fio dental, além de ser essencial para manutenção de uma boa higienização da boca, também é importante para se evitar a gengivite, doença que acomete nove em cada dez brasileiros, de acordo com a Sociedade Brasileira de Periodontologia (Sobrape). “As pessoas ainda encontram resistência diante do fio dental, seja por falta de tempo ou acesso financeiro ao produto”, avalia a cirurgiã dentista Carla Rockenbach, especialista em odontologia estética, ela orienta que ter uma boca saudável é o primeiro passo para qualquer tratamento estético bem sucedido e rápido.