Tempo de leitura: 1 minuto

A Fiocruz e a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro iniciaram em 29 de julho uma campanha de vacinação em massa contra a covid-19 em mais de 140 pontos da Maré, um conjunto de 17 favelas da Zona Norte do Rio de Janeiro. A campanha #VacinaMaré imunizou cerca de 36 mil moradores da comunidade com a primeira dose da Astrazeneca, superando a meta de imunizar 30 mil adultos jovens.Uma pesquisa, em parceria com a ONG Redes da Maré, vai então mapear o impacto da vacinação em massa e da testagem em grande escala da população. O estudo na Maré também avaliará aspectos como a efetividade da vacina, medindo anticorpos e verificando a taxa de proteção direta conferida e a imunidade de coletiva (proteção indireta); a ocorrência de eventos adversos pós-vacinais nos imunizados; a transmissão e circulação de diferentes variantes; e a dinâmica epidemiológica do coronavírus no complexo de comunidades.