Radis Comunicação e Saúde
Tempo de leitura: 1 minuto

Parabéns pelo texto “Saneamento não admite excluídos” (Radis 215). A universalização do abastecimento de água potável deve ser feita nos locais que possuem mais necessidade, como nas áreas com populações mais pobres, que possuem água com qualidade ruim. Projetos que estão sendo discutidos como o da concessão da Cedae, no Rio de Janeiro, defendem que as favelas precisam ter condições de urbanização e de segurança para poder receber os sistemas de abastecimento. Deveria ser o contrário: estas áreas que deveriam ser prioridade, pois têm condições precárias.

Natasha Berendonk Handam, Rio de Janeiro, RJ