Fechar menu

O Conselho Nacional de Saúde (CNS) apresentou (6/11) a atualização da Carta dos Direitos e Deveres da Pessoa Usuária de Saúde, criada em junho de 2009. A nova versão foi construída coletivamente, com a participação de especialistas de diversas entidades e movimentos sociais que defendem o SUS, além de opiniões colhidas em consulta pública à sociedade civil, através da Internet. Composto por sete diretrizes básicas, o documento é uma importante ferramenta para consolidar direitos e deveres do exercício da cidadania na saúde de todo o Brasil e garantir o acesso universal e igualitário às ações e serviços de proteção e promoção à saúde. Entre os acréscimos positivos conquistados, estão a ampliação do direito ao acompanhamento, a defesa ao direito a um atendimento inclusivo, humanizado e acolhedor, o direito a práticas integrativas e complementares de saúde e a ampliação do acesso à marcação de consultas. A carta física estará disponível nos serviços do SUS e conselhos de saúde, e também pode ser consultada na íntegra no site da CNS: https://goo.gl/Z9ztRK.